O que é um Artigo de Opinião – Estrutura, Características

Para aqueles que desconhecem o que vem a ser um artigo de opinião, este gênero textual é considerado um subgênero do jornalismo, de natureza argumentativa e persuasiva, caracterizado por apresentar a postura, valores e análises sobre determinado assunto ou acontecimento de interesse público.

Este tipo de texto não é uma notícia ou comentário em si, mas sim uma opinião do autor sobre o tema em debate. Os artigos de opinião podem abarcar diferentes temas: sociais, econômicos, políticos, educacionais, etc.

Os artigos de opinião são comumente utilizados pelo âmbito jornalístico e são de grande importância para que possamos conhecer as diferentes opiniões e pontos de vistas suscitados por um tema de nossa atualidade. O objetivo fundamental, portanto, é expressar um posicionamento e oferecer juízos de valor, opiniões e análises sobre temas de interesse público para orientar ou influenciar o público leitor.

Tendo em vista que o artigo de opinião serve para informar, interpretar e analisar determinados acontecimentos, leia neste artigo como é estruturado este tipo de gênero textual e confira também exemplos de produções realizadas por diversos autores tratando de temas variados.

Como é a estrutura de um artigo de opinião?

Podemos reconhecer em um artigo de opinião a seguinte estrutura:

  • Título: um artigo de opinião bem elaborado deve possuir uma titulação breve e feita de forma concisa. Preferencialmente deve ser um título chamativo que atraia o leitor para a leitura completo do artigo.
  • Introdução: é a primeira parte do artigo de opinião, e deve adiantar algumas questões e pontos em que o artigo pretende se deter e problematizar. O foco está em prender a atenção do leitor para as ideias em debate e para continuidade da leitura.
  • Corpo do texto (desenvolvimento): esta parte estrutural do texto é onde o autor do artigo de opinião desenvolve e analisa as principais ideias em torno do tema ou assunto central do artigo. Argumentos serão apresentados nesta parte do texto e os mesmos serão contrastados com posições opostas e reflexões acerca do tema em debate.
  • Conclusão: a conclusão do artigo de opinião deve abarcar uma resolução do artigo. O autor do texto deve retomar a posição ou tese defendida e, inclusive, pode adicionar alguma recomendação ou frase que motive o leitor a tomar uma ação ou partido, daquilo que a discussão do artigo de opinião propõe.

Exemplos na prática

Como apontado anteriormente neste artigo, os artigos de opinião são aqueles textos, que como o próprio nome já diz, no qual o autor emite uma opinião sobre determinado assunto.

Observe o seguinte artigo de opinião, publicado em um jornal baiano em 2009. Você consegue identificar a estrutura apresentada anteriormente?

Note também que o artigo é concluído de forma problematizadora e faz uma chamada aos leitores para que emitam suas opiniões sobre o tema. É basicamente essa a intencionalidade de um artigo de opinião.

Como escrever um artigo

Nosso próximo exemplo também é ótimo para mostrar que os artigos de opinião podem obedecer a uma estrutura delimitada, e ao mesmo tempo possuírem algumas particularidades próprias de quem escreve.

Observe no artigo abaixo, que a linguagem empregada pela autora do texto está em primeira pessoa, e isso é importante em um artigo de opinião, pois passa maior autenticidade ao texto e facilita a compreensão por parte do leitor, para  que se possa entender que a narrativa parte de um posicionamento e ponto de vista pessoal, que pode ser refutado pelo leitor ou não.

Embora essa estrutura e modo de narrativa seja mais clara, nada impede um autor de escrever um texto como o apresentado no primeiro exemplo, pois também é válido neste tipo de gênero textual, uma escrita em terceira pessoa. Tudo depende do autor, e se o mesmo pretende escrever se aproximando mais do público leitor, ou delimitando um certo distanciamento.

    • Quer se aprofundar no assunto? Assista o vídeo a seguir:

Sendo assim, um bom artigo de opinião deve fazer o que foi realizado pelas autoras dos exemplos acima, uma apresentação da questão em pauta seguida de emissões de opiniões autorais e subjetivas de quem escreve de parágrafo em parágrafo.

A palavra-chave neste gênero, é, portanto, argumentação. Lembrando que a argumentação pode ser causal, em que o autor realiza uma relação de causa e consequência; argumentação de autoridade, onde se apresentam fontes e referências confiáveis e argumentação de exemplificação, aquela que realiza comparações e exemplificações com a finalidade de ilustrar os argumentos.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.