Estudar sozinho pode ser eficiente?

Estudar sozinho faz parte da vida de muitos estudantes, principalmente daqueles que preferem estudar por conta própria e evitam trabalhos em grupo ou solicitação de monitorias e aulas coletivas, justamente por acreditarem que podem obter um rendimento maior de forma individualizada. Isso não pode ser considerado um problema, uma vez que cada sujeito elabora uma estratégia de aprendizagem com base no que acredita ser mais eficiente, para obtenção de bons resultados nos seus estudos.

Segundo a perspectiva da psicologia, para conseguirmos um estudo de qualidade, e que seja eficiente para o nosso objetivo principal, precisamos estar em um lugar silencioso e tranquilo, e geralmente a melhor forma de se obter este tipo de ambiente é estudando sozinho. Estudar em casa, pode ser uma ótima opção, principalmente se o seu lar for um lugar tranquilo e sem muitos ruídos, que possam vir a interferir no seu processo de estudo e aprendizagem de determinado conteúdo.

Se você pretende começar uma jornada de estudos, seja para um concurso, ou até mesmo para seleções de universidades, e pretende fazer tudo isso sozinho, leia o artigo de hoje, pois iremos apresentar 6 dicas para quem quer estudar sozinho e de forma eficiente. Confira!

Dicas para quem quer estudar sozinho

Dica 1: Escolha o local adequado para os seus estudos

É importante escolher um local que seja silencioso e que lhe permita dedicar-se exclusivamente aos seus estudos e sem interrupções. Quando preparamos um ambiente para os nossos estudos, devemos pensar também na comodidade e conforto. Logo, é preciso ter uma mesa para estudar sentado, e não sentado no sofá ou na cama, o que pode causar preguiça ou distrair-lhe com maior facilidade.

Deixe sua televisão ou rádio desligado, e isso vale para o celular também. Evite deixar o som das notificações de suas redes sociais ativado, pois uma simples conferência poderá lhe tirar o foco.

Dica 2: Faça dos seus estudos uma rotina

Para que seu cérebro, e inclusive o seu corpo, se adaptem a uma rotina é preciso realizar determinadas atividades sempre nos mesmos horários, pois essa ação ambienta o nosso corpo e faz com que tenhamos maior rendimento nos estudos.

Ao estudarmos sempre nos mesmos horários, fazemos com que o nosso cérebro assimile a rotina criada e esteja sempre preparado para realizar tarefas naquele determinado horário.

Nossa dica de horário de estudo é que seja sempre na primeira parte da manhã, se possível for, pois esse horário tende a ser mais produtivo, já que se deixarmos para o final do dia, corremos o risco de estarmos cansados e sem a energia necessária para obter bom desempenho nos estudos.

Dica 3: Mantenha uma regularidade nos seus estudos

Como apontado na dica anterior é preciso ter uma rotina de estudo, mas de nada adianta uma rotina sem regularidade. Logo, é preciso manter uma assiduidade nos estudos, reservando algumas horas e todos os dias para este intento.

Lembre-se que acumular conteúdos não é algo produtivo, por isso é preciso estudar todos os dias, mas com conteúdos e temas mais reduzidos para facilitar a aprendizagem.

Dica 4: Faça pausas durante os seus estudos

De nada adianta passar horas a fio estudando sem reservar um tempinho para descanso e para ajudar o cérebro na assimilação do aprendizado.

Por isso, para evitar improdutividade nos estudos, faça pausas de no mínimo 5 minutos e no máximo 15. Durante a pausa evite o computador ou livros, apenas saia um pouco, tome um ar fresco, beba uma água e relaxe.

Dica 5: Respeite o seu limite

A pesar de ser necessário manter uma certa regularidade nos estudos, não se pode exagerar na dose. Respeite o seu limite e lembre-se que a nossa concentração vai ficando cada vez mais diminuta a cada 50 minutos de estudos consecutivos, por isso as pausas são tão importantes.

Dica 6: Determine metas diárias de estudo

A nossa mente as vezes fica focada demais em tudo que podemos vir a conquistar com o frutos dos nossos estudos, mas as vezes acaba nos dispersando do ato de estudar propriamente dito.

Neste sentido, trace metas diárias de estudo e determine quantos capítulos de determinado livro irá ler, e em quantas horas pretende fazer isso. Isso é importante, pois estimula a motivação pessoal e planejamento.

Conclusão

Como você pode observar, com um bom planejamento e organização é possível estudar sozinho sem precisar de professores ou aulas presenciais.  Dependendo do seu objetivo pessoal de estudo, é perfeitamente possível aplicar as dicas apresentadas neste artigo e obter um estudo eficiente.

Devemos reforçar que não existem receitas prontas para se estudar sozinho, e o que apresentamos são apenas dicas. Cabe ao estudante aplicá-las e observar o que convêm melhor as suas necessidade e disponibilidade, já que cada estudante saberá seus pontos fracos e fortes e picos de produtividade quando o assunto é estudar.

1 comentário
  1. […] sabia que estudar sozinho pode ser eficiente? Clique aqui e saiba […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.